A TÉCNICA QUE STEVE JOBS UTILIZAVA PARA TOMAR DECISÕES

Steve Jobs foi um dos maiores visionários de todos os tempos. E além de ser um ícone admirado por milhões, ele também é motivo de enorme curiosidade sobre seus hábitos e sua trajetória.

PASSO A PASSO EMPREENDEDOR INSIGHTS: https://www.youtube.com/channel/UCM2EolJviXBv1AnJwKMyqdA

Livros citados:
Originais – Adam Grant: https://amzn.to/3bhYYuK
Dar e Receber – Adam Grant: https://amzn.to/3bgPWhM

Livros de Apoio:

Steve Jobs – Walter Isaacson: https://amzn.to/3pwd4gq

Incrivelmente Simples – Ken Segall: https://amzn.to/2N6NAJr

A cabeça de Steve Jobs – Leander Kahney: https://amzn.to/2ZESiAR

Faça como Steve Jobs – Carmine Gallo: https://amzn.to/2LZWdVs

Onde os Sonhos Acontecem – Robert Iger: https://amzn.to/2NZU1Op

Tim Cook :O Gênio Que Mudou O Futuro Da Apple – Leander Kahney: https://amzn.to/3pWhrBv

Feitas para Durar Jim Collins: https://amzn.to/3rnjXSI

Tribos – Seth Godin: https://amzn.to/383Lxga

Famoso por sua cultura e capacidade de conectar assuntos diversos, Jobs foi responsável por popularizar o conceito de computador pessoal, e foi o maestro da criação de inovações que transformaram diferentes mercados.
Ele mesmo confidenciou que boa parte das inspirações dos produtos e campanhas da Apple surgiram da influência de personalidades como Bob Dylan, Pablo Picasso e filósofos gregos como Sócrates, Platão e Aristóteles.
E essas inspirações o ajudaram a tomar decisões acertadas que auxiliaram no crescimento da Apple; especialmente depois que o visionário retornou a empresa em 1997, salvando-a da crise que quase encerrou o negócio.
Algo bastante inusitado, já que aparentemente não há uma relação imediata entre artistas, músicos e filósofos com uma empresa de eletrônicos de alta tecnologia.
Porém, de onde vinha tal habilidade?
Como ele conseguia conectar diferentes influências a ponto de criar produtos revolucionários?
Como ele conseguia juntar ideias aparentemente antagônicas para criar discursos memoráveis?
Como ele conseguia reunir tudo e traduzir em decisões acertadas?

You May Also Like

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *